Medicina Ortomolecular. Sabe o que é?

Medicina Ortomolecular. Sabe o que é?
5 (100%) 3 votos

O que a Medicina Ortomolecular pode fazer por si.

Aproveite as potencialidades da medicina ortomolecular num mundo competitivo como o nosso, que exige cada vez mais performance, equilíbrio emocional e capacidade intelectual, é fundamental prevenir o desgaste físico e psicológico causado pelo stress diário.

O que não é fácil para quem tem uma vida sedentária, excesso de compromissos, ficar horas no trânsito, alimentar-se de forma inadequada e fumar.
O stress desencadeia uma série de sintomas que comprometem a beleza e a boa função do organismo, tornando-o vulnerável à instalação de distúrbios e doenças oportunistas.
Quantas vezes você não se deparou com o seu semblante abatido, a pele sem brilho e um cansaço sem fim?

Coloque as vantagens dos nutrientes a favorecer a sua saúde com a Medicina Ortomolecular, que é um método terapêutico e sobretudo preventivo que tem vindo a conquistar milhares de adeptos em todo o mundo. Com a medicina ortomolecular pode melhorar a sua saúde, atuando antes da doença surgir, mas também serve como auxiliar terapêutico quando a doença já se encontra instalada.

Veja como a medicina preventiva pode mudar a sua vida:

Afinal, o que é Medicina Ortomolecular?

A medicina ortomolecular estuda a bioquímica do organismo humano para conservar a vitalidade das células por mais tempo, utilizando-se de substâncias orgânicas, com o objetivo de erradicar  excesso dos radicais livres.

Ela serve para manter a saúde e tratar as doenças com base no uso correcto dos nutrientes integrados numa determinada dieta.

E o que são radicais livres?

São substâncias tóxicas que as células produzem em grandes quantidades quando o organismo encontra-se em situação de estresse.

Como é o tratamento?

O tratamento é simples e a reação do organismo é rápida e excelente. Antes de iniciar o tratamento é realizada uma completa avaliação clínica embasada por exames laboratoriais para detectar o grau de estresse do organismo.

Após o resultado dos exames a terapia é prescrita de acordo com a carência de nutrientes, utilizando-se vitaminas, minerais e aminoácidos. Caso haja necessidade também pode ser indicada a reposição hormonal através de substâncias naturais.

A amplitude dos resultados dos exames da terapêutica preventiva são tão bons que chegam a ultrapassar as expectativas mais otimistas.

Quais os benefícios da medicina ortomolecular?

A maior vantagem da medicina ortomolecular é a sua abordagem preventiva e terapêutica holística, visto que encara o corpo como um todo interligado, sendo muito importante na prevenção e no tratamento de doenças, devendo ser complementar a ramos médicos como a oncologia, pediatria e cardiologia, entre outros.

A nutrição ortomolecular investiga os efeitos das deficiências agudas ou crónicas, que perduraram durante um muito tempo, e como estas podem, isoladamente ou em conjunto, ser o motivo de diferentes doenças ou sintomas que diminuem a nossa qualidade de vida. A medicina ortomolecular tem a mais-valia de poder atuar quer de forma preventiva de determinadas doenças e também como curativa complementada com outros tratamentos medicinais.

A partir de que idade é aconselhável iniciar o tratamento?

Não existe uma idade específica. Todas as pessoas que se sentem desanimadas, cansadas, deprimidas ou estressadas podem iniciar seu tratamento. Vale lembrar que um dos objetivos da medicina preventiva é prevenir o envelhecimento precoce, permitindo que as pessoas passem por todas as etapas da vida bem dispostas e com saúde.

medicina ortomolecular

Quais os primeiros sintomas de uma carência nutricional?

Os sintomas iniciais que dão sinais acerca de um défice de nutrientes podem ser diversificados. Por norma as pessoas sentem os sinais ou sintomas mas desvalorizam por estes não causarem muito incómodo.

Um bom exemplo disso é a falta de vitamina B5, que tende a ter como sintoma uma espécie de formigueiro nas extremidades, falta de coordenação e dificuldades de concentração, mas estes sintomas tendem a passar desapercebidos ou não se lhes dá a devida importância. Todavia, a vitamina B5 é fundamental para o bom funcionamento das glândulas supra-renais e o seu défice crónico pode trazer problemas graves para a pessoa, como a fadiga crónica ou depressão.

Qual a importância do equilíbrio entre nutrientes?

Um perfeito equilíbrio entre nutrientes é de extrema importância para o bom funcionamento celular do organismo humano. Assim, a carência ou também o excesso de nutrientes na dieta, acaba por acarretar efeitos danosos para organismo porque desequilibram o comportamento das células, perturbando e alterando a sua capacidade para absorver e utilizar esses nutrientes essenciais.

Que fatores que podem induzir um défice de nutrientes?

Existem diversos fatores que podem induzir o aparecimento de um desequilíbrio nutricional no organismo, alguns deles com relativos ao seguimento de um estilo de vida pouco saudável. Os principais fatores são os seguintes:

– Doenças auto-imunes e situações imunológicas
– Situações fisiológicas
– Stresse
– Medicamentos
– Café e Álcool
– Tabaco

Não existe em conhecer melhor a Medicina Ortomolecular.

você pode gostar também

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close