Primeiros banhos do bebé

34

O banho é um dos momentos mais divertidos para o bebé. No começo de vida, pode até estranhar e sentir-se incomodado mas conforme se vai habituando, estes minutos de higiene transformam-se numa autêntica festa!
Depois de um dia cheio de estímulos, a hora do banho dá ao bebé a sensação de regresso ao ambiente intra-uterino. As mães começam a aprender como dar os primeiros banhos logo na maternidade.

As enfermeiras assistentes exemplificam e ensinam-lhes as estratégias necessárias para que possam saber como atuar quando regressarem a casa e não forem supervisionadas.

A temperatura ambiente deve ser agradável para que o bebé nunca sinta frio. É certo e sabido que os bebés adoram o banho e mesmo quando mostram alguma resistência, os pais devem ter alguma paciência e ensinar-lhes a aproveitar o contacto com a água.

A partir de quando?

Nos primeiros dias e até à queda do cordão umbilical, o banho deve ser dado ao bebé com uma esponja húmida, tendo especial atenção com o umbigo.

Não se pode molhar o cordão umbilical, daí que os primeiros banhos sejam diferentes dos posteriores. É necessário não esquecer que se deve utilizar uma outra esponja para proceder à higiene do rabinho do bebé.

Nos primeiros tempos, ainda não se pode emergir o bebé dentro de água e há que ter alguns cuidados com o cordão umbilical.

Após o banho, deve secar suavemente o bebé com uma toalha de linho ou turco fofo. Após a queda do cordão umbilical, o bebé já deve tomar diariamente banho na sua banheirinha.

E depois dos primeiros dias?

Há alguns cuidados a ter para que o banho decorra da melhor forma e sem problemas: a água deve estar à temperatura adequada, a esponja deve ser suave e o champô deve ser neutro.

Há que providenciar ainda um óleo ou leite corporal para uma massagem ao bebé depois do banho, uma toalha para o limpar, uma fralda, uma pomada protectora para o rabinho e roupa limpa para o vestir.

Deve ter todos os utensílios necessários junto a si, na casa-de-banho, para que não tenha de se deslocar para ir buscar algum produto que se tenha esquecido.

Normalmente, as mães optam por colocar vários utensílios numa cesta própria para o efeito.

No Inverno, pode optar por colocar um pequeno aquecedor na casa-de-banho antes da hora do banho para conseguir a temperatura ideal.

Antes de colocar o bebé na água, deve verificar a temperatura com um termómetro próprio ou na sua falta, com o cotovelo.

Para dar banho ao bebé, deve providenciar uma banheira ou alguidar adequados. Nunca o deixe sozinho, nem por um minuto.

Os bebés podem afogar-se com apenas dois dedos de água. Se estiver sozinha e a porta ou o telefone tocarem, não vá atender.

Nada é mais importante do que o banho do bebé. O banho dos bebés é relativamente rápido e normalmente é dado à noite.

Já dentro da banheira, coloque o seu braço debaixo das costas do bebé, apoie-lhe as pernas e as nádegas com a outra mão e meta-o devagar na banheira para que o primeiro contacto não seja particularmente difícil para ele.

Apoiando o bebé com uma mão, lave-lhe o corpo com a outra. Cuidado com as axilas e os genitais. Lave-os com precaução.

Para o retirar da água, deve usar a mesma posição com que o introduziu na banheira. Embrulhe-o numa toalha grande e macia e evite cobrir-lhe o rosto.

Limpe-o suavemente, tendo especial atenção com as preguinhas – pescoço, axilas, virilhas – o rabinho e os genitais. Se decidir vestir o bebé no seu quarto, tenha muito cuidado com as correntes de ar quando sai da casa-de-banho. Assegure-se que o seu bebé está bem agasalhado.

Cuidado com os olhos e com a cabeça

A higiene dos olhos do bebé deve ser feita utilizando uma compressa embebida em soro fisiológico, uma para cada olho. Nos primeiros dias de vida, embrulhe o bebé numa toalha e certifique-se que os braços ficam cobertos.

Se o seu bebé é daqueles que adora o banho mas detesta que lhe lavem a cabeça, tente distraí-lo com algumas canções.

Para lavar a cabeça, os pais devem optar por um champô neutro, dentro das gamas para bebé, e que seja da sua preferência.

A maioria dos champôs para bebés possui características que permitem não irritar os olhos (champô sem lágrimas).

Após a lavagem, deve secar o cabelo do seu bebé com a toalha através de movimentos circulares. Posteriormente, penteie o cabelo com uma escova própria para bebé que não magoe o couro cabeludo. Este é um momento especial para o bebé, papás e familiares.

Não há quem não goste de apreciar os primeiros banhos, a descoberta do bebé, os contactos com a água e as brincadeiras que vão surgindo. Depois do banho, o bebé fica naturalmente mais calmo, preparado para jantar e ir para a caminha… Por norma, é a altura mais tranquila do dia.

Higiene do nariz e dos ouvidos

O nariz do bebé é particularmente sensível, daí que seja necessário ter muito cuidado com a sua higiene. Se se magoarem as suas narinas, o bebé passará a respirar pior. Para limpar adequadamente o nariz, deve usar soro fisiológico e possivelmente, um cotonete, que servirá para retirar as secreções que estão á superfície.

Pelo contrário, não deve usar cotonetes nem produtos similares para limpar os ouvidos do seu bebé. Limpe a parte exterior do ouvido com a toalha, mas com especial cuidado.

Acabe com os mitos! O que é a crosta láctea?

É uma doença inflamatória da pele que ocorre geralmente no couro cabeludo. Muitos bebés, no primeiro ano de vida, desenvolvem umas crostas amareladas na cabeça que preocupam os pais.

O seu aspeto não é muito higiénico e há quem chegue a pensar que tais crostas se devem à má higiene do bebé ou à falta de cuidado e experiência dos pais ao dar-lhe banho.

Mesmo que os pais lavem a cabeça do bebé diariamente e a sequem cuidadosamente, a crosta láctea pode aparecer sem pedir autorização.

Não se sabe ao certo porque é que isto acontece mas a teoria mais válida relaciona-se com a influência das gorduras do leite materno ou seu substituto.

Apesar de ser inestética, pode desaparecer passados alguns dias. No entanto, caso o seu filho esteja a passar por este transtorno há já algum tempo, fale com o seu médico assistente.

É provável que ele lhe receite um produto próprio que deve ser usado durante uns dias. Nunca force a extração das crostas, por mais que se sinta incomodada com o seu aspeto.

Só assim pode evitar ferir a cabeça do seu bebé ou criar-lhe uma infeção.

você pode gostar também Mais do autor

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies Mais informação

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies

Close