Como habituar a criança a comer sozinha.

Chegou o momento de ajudar o seu filho a aprender a comer soxzinho-

Como habituar a criança a comer sozinha.
Avaliar

Vamos explicar como habituar a criança a comer sozinha, porque há idades para isso.

Crianças à mesa devem começar a ser habituadas a pegar na colher entre dos 12 aos 24 meses.

Ao celebrar o primeiro ano de vida, a criança atinge uma etapa de grande agitação e movimento. Com os primeiros passos, o seu mundo ganha dimensões maiores e surgem novos estímulos. Nesta fase o seu crescimento continua a um ritmo elevado, exigindo cuidados regulares no fornecimento de energia diária.

É do conhecimento geral que o crescimento e a maturação são os dois processos mais marcantes da idade pediátrica. E sendo processos individuais, cada criança terá o seu próprio ritmo de desenvolvimento, bem como particularidades apenas suas, pelo que se devem evitar em absoluto as comparações.

A etapa dos 12 meses coincide, muitas vezes, com uma introdução forçada aos hábitos alimentares da familia. É, por isso, uma oportunidade para que os pais repensem o seu próprio padrão de comportamento alimentar, abandonando alguns vícios menos positivos (como refogados muito apurados, alimentos fritos, excesso de sal e açúcar, etc.).

Será útil aproveitar-se esta fase de revolução nutricional para reorganizar a dieta familiar e implementar uma alimentação variada e saudável para todos.

bebé comendo sozinho

As refeições das crianças desta idade podem tornar-se, porém, problemáticas.

Grande parte dos comportamentos – desde a recusa de comer, ao fazer birra por ter de sentar-se à mesa – são perfeitamente normais e não serve de muito atribuir-se-lhes grande importância.

É possivel que as refeições se tornem pequenos campos de batalha onde se jogam forças e se fazem chantagens, mas é importante perceber que apetites variáveis, rejeição de comida e preferências alimentares são normais numa fase em que se perde o ritmo acelerado de crescimento que vinha de meses anteriores.

0 melhor será não entrar em conflito com a criança à hora das refeições, mas também não cair na tentação de oferecer ou prometer recompensas. É perfeitamente natural que a criança mostre preferência por determinados alimentos e, até mesmo, a recusa de outros.

Todavia, não deverá dar muita importância a estes factos, insistindo em apresentar-lhe pratos variados, coloridos e apelativos. Não esqueça que os suflés podem servir para camuflar, os purés para misturar, os cremes para enriquecer de vitaminas e fibras que, quando visíveis, se remetem para rebordo do prato.

O arroz, assim como as massas, repletos de cor e sabor, servem também para habituar ao paladar aos alimentos que causam maior resistência quando são servidos em separado.

Recorde que comer sem a ajuda dos pais é um processo de aprendizagem pelo qual toda criança deve passar e o ideal é que comece a ser incentivada logo no primeiro ano de vida.

Recomendamos que leia também:
Diversificação alimentar, qual a importância para a saúde do bebé.
O problema do biberão para as crianças
Alimentação das crianças com conta, peso e medida.
Intolerância à lactose no bebé – Como reagir

Algumas dicas a ter em conta para habitual o bebé a comer:

  • As crianças tem tendência a seguir o exemplo dos adultos. Por esse motivo, os pais devem procurar estar sempre presentes durante as refeições.
  • Deve evitar filmes ou desenhos animados na hora da refeição, isto porque para a criança, eles são atrativos e distraem da refeição.
  • Causar interesse da criança na comida é essencial para que ela se concentre e aprenda a alimentar-se corretamente. Por esse motivo, utilizar talheres e pratos coloridos e atrativos podem ser uma boa ajuda.
  • A partir de aproximadamente um ano de idade a criança já pode comer praticamente de tudo e é preciso que seja estimulada para que tenha uma alimentação equilibrada e para que seja capaz de mastigar os alimentos.
  • Lembre-se que é normal que qualquer criança use as mãos para comer, isso geralmente ocorre até que ela entenda que pode usar talheres e aprenda como os usar.
  • O principal erro que os pais tendem a cometer é o de não deixar os filhos à vontade na hora da refeição. É muito comum que quando eles começam a querer comer sem ajuda, os pais limitam a atitude do bebé, mas é bom que o deixe tomar iniciativa. A criança vai muito provavelmente sujar as mãos, o babete, a roupa, a mesa e até o chão, mas é importante para a sua evolução.
  • Seja paciente com a criança. Um erro que muitas pessoas cometem é ter tanta pressa que decidem pegar no talher e dar comida na boca da criança para que ela acabe mais depressa a refeição, porém dessa formas impedem que ela se alimente sozinha e atrasa o processo de habituação a comer pela própria mão.

Estas foram as nossas dicas de como habituar a criança a comer sozinha, agora está nas suas mãos.

você pode gostar também

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close