Quando o bebé se queixa

0
Quando o bebé se queixa
Avaliar

Quantas vezes o bebé se queixa e os pais não sabem o que fazer?

Tosse, febre, vómitos. Ao longo do seu primeiro ano de vida o seu bebé pode manifestar perturbações mais ou menos inquietantes, mas em geral sem gravidade. Com os conselhos do Dr. Luís Jácome, pediatra, descubra as medidas a adoptar para aliviar esta pequenas maleitas.

Dermatite das fraldas

O eritema das fraldas ou dermatite das fraldas surge quando a pele frágil do bebé é agredida frequentemente pelo contacto com a urina e as fezes, e pela excessiva utilização de cremes e toalhetes perfumados, dando origem a vários tipos de lesões: pele avermelhada, borbulhas ou mesmo pequenas feridas.

• Erros a evitar
A utilização diária de pó de talco, cremes com acção anti-inflamatória e toalhetes perfumados. Não use fraldas de plástico que dificultem o arejamento da pele. Nas meninas limpre sempre a vulva da frente para trás.

• As boas medidas a tomar
Para prevenir esta situação deve mudar a fralda logo que esteja suja. A limpeza da pele deve ser feita com água morna e um sabonete neutro. Deve secar cuidadosamente e aplicar óleo de amêndoas doces ou um creme hidratante.

• A opinião do pediatra
Se o seu bebé está “assado” suspenda de imediato a utilização de toalhetes perfumados, reforce os cuidados de hegiene e inicie a aplicação de um creme recomendado pelo médico para esta situação. Se não melhorar em três a quatro dias deve consultar o médico assistente.

Recusa-se a comer

Certos bebés são vorazes enquanto outros, pelo contrário, têm um apetite de passarinho. O essencial é que se desenvolvam normalmente e que a curva de aumento de peso seja regular. Pode acontecer também que a criança, sobretudo a partir dos seis meses de idade, recuse o leite ou qualquer outro alimento que aceitava bem anteriormente.

• Erros a evitar
Forçá-lo, pois arrisca-se a entrar num ciclo infernal em que cada refeição é um drama.

• As boas medidas a tomar
Se recusa o leite, diversifique rapidamente a sua alimentação. Dê-lhe lacticínios sob outras formas: iogurtes, papas lácteas, etc. Se ele recusar os legumes não insista e ofereça-lhe outra variedade no dia seguinte. Procure tornar cada refeição um momento agradável.

• A opinião do pediatra
Respeite o apetite e as preferências alimentares do seu filho. Proporcione-lhe um horário de refeições mais ou menos regular, participando sempre que possível na refeição da família. Não o distraia com a televisão ou com os brinquedos. Não o force a comer. Converse com ele.
Numa criança saudável, a recusa alimentar pode ser um sinal de afirmação de identidade. Tente mostrar-se indiferente. Não transforme as refeições num martírio para si e para o bebé. Se ambos estiverem calmos e bem dispostos o seu filho comerá mais.

O bebé Regurgita

Sobretudo depois das refeições, quando arrota, verifica-se a emissão de um jacto mais ou menos importante de leite.

• Erros a evitar
Inquietar-se, pois na grande maioria dos casos esta regurgitação é fisiológica durante o primeiro ano de vida e bem tolerada pelos bebés. Se a criança está bem e aumenta normalmente de peso, é inútil alterar a alimentação ou consultar o médico. Não reduza a quantidade.
Raramente a regurgitação se deve a hiperalimentação, refluxo gastro-esofágico ou outras doenças.

• As boas medidas a tomar
Se bolsar leite com sangue ou ficar muito pálido e prostado, consulte o médico de imediato.

• A opinião do pediatra
A regurgitação fisiológica não causa habitualmente qualquer desconforto à criança e não necessita tratamento. O espessamento do leite com farinha e a utilização dos leites espessados não têm interesse do ponto de vista orgânico e de crescimento, mas acalmam muitas vezes a grande ansiedade dos pais.
Se pensa que o seu bebé bolsa demais, consulte o médico assistente que certamente a tranquilizará.

O bebé Dorme mal

O recém-nascido tem fome com intervalos de duas a quatro horas e só a pouco e pouco encontra o seu próprio ritmo de alimentação e sono. Mais tarde, alguns têm dificuldade em adormecer ou acordam muitas vezes.

• Erros a evitar
Enervar-se. Também não é solução pô-lo a dormir na cama dos pais. Não administre sedativos.

• As boas medidas a tomar
Seja paciente. Antes dos três meses procure adaptar o seu horário ao dele e durma durante o dia. De modo geral, evite os gestos precipitados tais como pegar-lhe ao colo ao menor choro.

• A opinião do pediatra
As necessidades de sono são diferentes de bebé para bebé. Dormirá melhor se tiver, logo nos primeiros meses uma boa «educação do sono». Dormirá melhor se tiver recebido, logo nos primeiros meses, uma boa “educação do sono“: não o habitue a adormecer ao colo ou durante a mamada; sempre que possível mude-o para o seu quarto até aos seis meses; deixe-o chorar alguns segundos para que ele aprenda a acalmar-se sozinho e evite alimentá-lo frequentemente durante a noite.

O bebé tem cólicas

As cólicas são bastante frequentes até aos três anos. Acontecem mais assiduamente ao fim da tarde e da noite. Manifestam-se por choro intenso e intermitente. A barriga fica um pouco distendida e tensa, verificando-se emissão de gases.

• Erros a evitar
Dar-lhe de comer sempre que chora. Administrar medicamentos sem prescrição médica.

• As boas medidas a tomar
Seja paciente, estas cólicas são benignas. Tome a criança nos braços e dê-lhe uma massagem suave na barriga. Peça eventualmente ao médico que lhe receite um medicamento contra as cólicas.

• A opinião do pediatra

As cólicas do primeiro trimestre não são doença e não têm complicações. Assim, a sua abordagem deve passar fundamentalmente pela tranquilização dos pais após uma observação cuidadosa e da exclusão de erros alimentares.
A administração de medicamentos, não isento de riscos e efeitos secundários, raramente é necessária, aplicando-se apenas a casos muito bem seleccionados.

Fonte da informação: Dr. Luís Jácome, pediatra

 

você pode gostar também Mais do autor

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies Mais informação

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies

Close