Benefícios das nozes para o organismo humano

Conheça tudo o que um nutricionista tem a ressaltar sobre a noz!

Benefícios das nozes para o organismo humano
Avaliar

Que o consumo de nozes é bom para a saúde humana já muitas pessoas sabem, tal como acontece com outros frutos secos, a noz é um alimento que aporta diversos benefícios para o nosso organismo.

É sabido que, desde há vários milénios, a noz faz parte da típica dieta mediterrânea, tão elogiada pelos seus efeitos benéficos sobre a saúde em geral e do coração em particular.

vantagens das nozes

Vamos enumerar aqui as características dos nutrientes que se encontram presentes nas nozes e quais os benefícios que esses nutrientes tem para a saúde humana:

Gorduras: Constituem mais de três quintos do peso da noz (61,9%). As gorduras da noz são formadas na sua maioria por ácidos gordos insaturados, com abundância de polinsaturados, além de lecitina. Entre os ácidos gordos da noz, há que salientar os seguintes:

Linoleico: Trata-se de um ácido gordo essencial, de que o nosso organismo não pode prescindir, especialmente durante a infância. Reduz o nível de colesterol e intervém na formação do tecido nervoso e na produção de anticorpos. Com os seus 31,8 gramas de ácido linoleico por cem gramas, as nozes são um alimento rico neste ácido. A carne de vaca, por exemplo, possui unicamente 0,58% de ácido linoleico, isto é, 54 vezes menos que as nozes.

Linolénico: Este ácido gordo pertence à série omega-3, como aqueles que se encontram no peixe. Reduz o nível de colesterol e de triglicéridos no sangue, evita a formação de trombos dentro dos vasos sanguíneos e trava os processos inflamatórios.

Hidratos de carbono: No que respeita a hidratos de carbono as nozes tem uma vantagem essencial, é que a noz é o fruto seco oleaginoso menos rico neste nutriente, ou seja, o que menos hidratos de carbono tem na sua composiçao. Do ponto de vista químico trata-se de oligossacáridos (dextrinas) e uma pequena quantidade de açúcares (sacarose e dextrose). Este facto faz com que as nozes sejam um alimento muito bem tolerado pelas pessoas que sofrem de diabetes.

Proteínas: A noz na sua composição pode conter até 14,3% de proteínas de boa qualidade biológica. Sendo uma realidade que estas são um pouco deficitárias no aminoácido essencial metionina, mas que pode com facilidade ser resolvido combinando-as com cereais que são muito ricos em metionina. Estudos apontam que a mistura de nozes e cereais (pão, por exemplo) proporciona proteínas completas de uma qualidade igual ou superior às que a carne pode fornecer.

Vitaminas: Este fruto seco é uma considerável fonte de vitaminas B1, B2, B3 (niacina) e principalmente B6. A noz é um dos alimentos mais ricos que existem em vitamina B6, também chamada piridoxina. Somente o gérmen de trigo e determinados peixes, como a sardinha ou o salmão, igualam ou ultrapassam a noz em vitamina B6. Já no caso da carne e a maioria dos peixes possuem apenas metade ou um terço daquela que existe nas nozes em termos proporcionais. A vitamina B6 intervém no bom funcionamento do cérebro, assim como na produção de glóbulos vermelhos do sangue.

Minerais: A noz é um alimento bastante rico em fósforo e potássio, enquanto que é pobre em sódio, o que favorece o bom funcionamento do sistema cardiovascular. Contém também uma boa quantidade de ferro, de magnésio e de cálcio. As nozes são uma das melhores fontes de oligoelementos. Estes minerais encontram-se em quantidades muito pequenas no nosso organismo, e desempenham numerosas funções, algumas das quais ainda desconhecidas. São especialmente ricas nos seguintes:

Zinco: Possuem 2730 µg (=2,73 mg) de zinco por cada 100 g, quantidade esta superior à de todas as carnes e peixes, com excepção do fígado.

Cobre: Nas nozes encontram-se 1390 µg (=1,39 mg) de cobre por cada 100 g, quantidade superior à da maior parte dos alimentos vegetais e animais. Este oligoelemento facilita a absorção de ferro no intestino, e contribui para evitar a anemia.

Manganésio: Deste oligoelemento a noz possui 2900 µg (=2,9 mg) por cada 100 g. A carne, o peixe, os ovos e o leite são pobres em manganésio. O manganésio é necessário para as funções reprodutoras, e a sua deficiência produz esterilidade em ambos os sexos.

A ingestão de nozes tem diversos benefícios para a saúde e pode ser acompanhada com outros alimentos.

você pode gostar também

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close