7 passos para ler rápido e reter mais informação!

57

Já alguma vez sentiste que existe um sem número de coisas interessantes para ler mas quase tempo nenhum para o fazer?

Então este artigo é indicado para ti.

Hoje em dia há cada vez mais livros, revistas, blogues, jornais informativos e especializados em áreas que nos interessam. Realmente vontade é o que não falta para ler tudo isso, mas o que acaba por acontecer é que a montanha de livros vai ficando cada vez mais alta (e a nossa frustração também!).

Nós culpamos a falta de tempo, mas o problema não é propriamente esse… O problema é que não estamos a ler de forma eficaz!

Porquê que é importante ler mais rápido e eficazmente?

Quem estuda ou já estudou na universidade sabe a quantidade de livros especializados e artigos científicos que são necessários estudar para os exames, ou até mesmo quem trabalhar sabe que se quiser perceber do assunto e tornar-se um expert tem de ler muito.

Além disso, para manter um alto nível de interesse e de eficiência no estudo, é necessário assimilar a informação rapidamente. Caso contrário, o aborrecimento e os baixos níveis de performance académico serão inevitáveis.

Uma leitura eficaz envolve:

  1. Rápida assimilação e compreensão dos temas lidos e
  2. habilidade em relembrar o tema lido quando for necessário.

Não é preciso ter um Q.I. muito elevado para conseguir ler de forma eficaz, basta aprender e treinar algumas estratégias para melhorares a tua leitura.

Estas estratégias incluem alguns passos diferentes que podem ser adquiridos através da prática e de um pequeno esforço teu para que as faças de forma consciente, pelo menos ao início.

Passo 1: Cala a tua voz interior

Muitas pessoas subvocalizam enquanto lêem, muitas até foram ensinadas a fazer isso quando aprenderam a ler.

O problema é que os nossos olhos identificam palavras e frases muito mais rapidamente do que o nosso monologo interior.

Só para teres uma ideia, em média, as pessoas lêem cerca de 250 palavras por minuto, no entanto segundo os investigadores o nosso cérebro tem capacidade para ler cerca de 50 000 palavras por minuto. Ok, este parece ser um número excessivo, mas imagina seres capaz de ler à volta das 1000 palavras por minuto?

O primeiro passo será então calar esse monologo interior e, para isso, podes focar-te nos espaços em branco entre as linhas enquanto lês. Assim compreenderás na mesma as palavras que lês mas sem necessariamente te fixares nelas.

Passo 2: Deixa de reler o que acabaste de ler

Às vezes sentimos que perdemos alguma informação importante no texto e temos a tentação de reler a passagem. Mas não deves fazê-lo durante o estudo. poderás fazê-lo quando acabares de estudar se sentires que é mesmo necessário.

Por vezes, damo-nos ao luxo de deixar a nossa mente vaguear enquanto lemos, fazendo com que tenhamos de regressar à parte em que nos perdemos.

Com isto habituamo-nos a reler e a ler vagarosamente.

No caso dos estudantes, o medo de que algo importante foi perdido faz com que estes leiam e releiam vezes sem conta e fazem um grande esforço para compreender tudo. No entanto, ao utilizarem esta abordagem há a tendência para reduzir a compreensão em vez de a melhorar.

Os estudos demonstram que ler rápido e de forma sistemática, com pouca ou nenhuma regressão aumenta a compreensão.

Para perderes o hábito de reler podes utilizar a estratégia de seguir o texto com o dedo ou com o lápis. Assim podes orientar os teus olhos e avançar no texto mais rapidamente, minimizando ou eliminando a regressão. Também poderás ir tapando o texto há medida que avanças.

Passo 3: Pára de sonhar acordado enquanto lês

Certamente já te aconteceu estares a ler e a tua mente começar a vaguear. Pensas em tudo e mais alguma coisa, mas nada tem a ver com o conteúdo do texto.

O objetivo aqui será tornar esse hábito ineficaz num tipo de pensamento que liga a informação que está a ser lida com a nossa própria experiência. Desta forma colmatamos diferentes tipos de conhecimento; o que já conhecemos e as novas informações que vamos aprender.

Por exemplo, enquanto estás a ler um livro sobre astronomia deixa que a tua mente vagueie até àquele documentário ou filme de ficção cientifica. Essa conexão faz com que assimiles a nova informação com a existente.

Passo 4: Delineia um objetivo

Uma leitura eficaz começa com um objectivo específico, caso contrário, será muito mais difícil aprenderes.

Ler sem um objetivo deixa-te mais desorganizad@, confus@ e levarás muito mais tempo a tentar memorizar pedaços de informação que estão desconectados.

Ao estabeleceres um objetivo no início da leitura ou do estudo será mais fácil relembrares pontos chave e conceitos.

Além disso, se tornares os objetivos pessoais interessantes para ti próprio ficarás emocionalmente envolvido com o tema em questão, e a capacidade de relembrares o que estudaste aumentará exponencialmente.

Ter um objetivo claro em mente e um sentido de responsabilidade pelo que lês vai ajudar-te a organizares-te e a melhorar a concentração.

Passo 5: Ignora passagens do texto, capítulos ou até mesmo livro

Há duas perguntas que poderás fazer enquanto lês, “Porque é que eu estou a ler isto?” e “Porque é que eu preciso desta informação?”.

Se não encontrares uma boa resposta para estas perguntas então pára de ler. Não achas que a vida é demasiado curta para ler coisas que não interessam ou que não nos dão prazer?

Eu, por exemplo, não consigo ler livros de psicologia como se estivesse a ler um livro de ficção. Apenas leio os capítulos que tenham a informação que necessito para aquele momento.

Já com os livros de ficção, se o autor não me conseguir prender nas primeiras 5 páginas então eu simplesmente ponho o livro de lado. Recuso-me a ler livros desinteressantes!

Passo 6: Sublinha ou tira notas de informações importantes

Eu detesto fazer exames de escolha múltipla porque obrigam-me a estudar coisas que eu acho que não interessam para nada e que não me farão ser uma melhor profissional se as souber. Além disso, há a tendência de estas perguntas serem ambíguas ou estarem mal escritas, gerando sempre discussão no final do exame.

Por causa de situações como esta, desenvolvemos a crença de que temos de ler tudo o que está no livro ou no capítulo para compreendermos o tema. Desenvolvemos estas falsas ideias porque aprendemos na escola a meter pressão em nós próprios para memorizarmos tudo e mais alguma coisa.

No entanto, a informação que é memorizada desta forma, é guardada na memória de curto prazo e é esquecida ao fim de alguns dias.

Mas se quiseres recordar a tal informação para o futuro, então deverás retirar a informação mais importante ou sublinhar ou escrever notas nas margens dos livros. Desta forma, poderás aceder à informação mais facilmente e não tens a pressão de teres que memorizar tudo.

Passo 7: Antes de começares a ler, folheia o livro

Folheia os livros antes de os começares a ler para teres uma ideia do conteúdo e das partes que poderão ser mais relevantes e/ou interessantes para ti.

Isto dará-te um background informativo e ajudar-te-à a compreender o texto mais rápido, reduzindo também a tendência de o reler.

Estes métodos poderão parecer-te estranhos, mas são essenciais para te habituares a ler mais rápido e reteres melhor a informação.

Uma vez adquiridos estes hábitos, já não é necessário usar estes métodos pois já não precisas deles.

você pode gostar também Mais do autor

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies Mais informação

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies

Close