Como tratar alcoolismo: Tratamentos Naturais

308

Apesar de muita gente não pensar assim, a realidade é que o álcool é uma droga que cria dependência física e psíquica das mais difíceis de eliminar. Na verdade, quando alguém se torna alcoólico, nunca mais deixará de o ser durante toda a sua vida a não ser que passe por um processo de tratamento. Isso dá-nos a verdadeira dimensão do problema.

Contudo, assinalar o problema em todo o seu realismo, não quer dizer que não há lugar para a esperança. É uma realidade que existem milhões de pessoas que recuperaram o optimismo e a vontade de viver saudavelmente. Porque um alcoólico recuperado pode fazer uma vida normal e feliz, desde que nunca mais volte a provar álcool.

Nesta condição, tudo é possível. O primeiro e mais importante passo é reconhecer o problema em si. O contrário é muito comum. Quem bebe arranja sempre desculpa. É essencial tomar consciência do próprio estado. Por outro lado, os conselhos que lhe daremos a seguir não pretendem substituir a função do médico, que deve ser consultado e que, em função da gravidade, tomará as medidas oportunas..

Prevenir é melhor do que remediar

Sem dúvida nenhuma, o melhor tratamento é a prevenção. Não começar a beber é uma garantia para o futuro. E não a teremos se pensamos em beber moderadamente. Quase todos os que vieram a ter problemas graves começaram por pensar assim. A sua saúde, a sua família, a sua empresa, a sociedade e, inclusivamente, a sua própria personalidade ganhará com isso. E, sobretudo: não merece a pena beber álcool.

1. Tratamento Dietético

O regime ovo-lacto-vegetariano ajuda a desintoxicar o organismo e a regenerar os órgãos danificados. Convém abster-se de alimentos pesados ou muito condimentados, que induzem ao consumo de bebidas alcoólicas e suprimir todo o tipo de excitantes como o café e o tabaco. A dieta deve conter alimentos ricos em vitamina B, que tonifica o sistema nervoso. O desenvolvimento de bons hábitos favorecem a saúde. Ser–lhe-á muito útil:

a. Comer a horas certas, dando tempo ao organismo para funcionar calmamente. Deixe, pelo menos, cinco horas entre as refeições.

b. Evite “petiscar” entre as refeições, pois debilita a função do aparelho digestivo, o que actua negativamente sobre o sistema nervoso.

c. A alimentação do ex-alcoólico deve ser rica em nutrientes principais, especialmente em proteínas, vitaminas e minerais. O consumo habitual de bebidas alcoólicas produz desnutrição, e é parte essencial do tratamento recuperar os nutrientes perdidos durante os anos como bebedor.

• Comece o dia com um pequeno almoço abundante em cereais e alimentos ricos em proteínas (nozes, amêndoas, leite, etc.) e fruta. Se não está habituado, ao princípio custar-lhe-á um pouco o esforço, mas depressa notará os seus efeitos.

• O almoço deve incluir uma boa salada. São especialmente recomendáveis: as leguminosas (feijão, lentilhas, soja) pela sua riqueza em proteínas e em ferro; os frutos secos oleaginosos, pelo seu conteúdo em gorduras de alto valor biológico, proteínas e vitaminas B; o gérmen de trigo e levedura de cerveja, pela sua riqueza em vitaminas do grupo B e minerais.

• À noite coma pouca quantidade e não muito tarde. Deixe um mínimo de três horas para que a digestão se faça antes de ir para a cama. Isso permitir-lhe-á desfrutar de um sono reparador, tão importante nestes casos.

d. Beba muita água. A água é o elemento indispensável em quase todos os processos bioquímicos. Cada uma dos 60 000 milhões de células que compõem o nosso organismo produzem resíduos – especialmente se se ingeriram tóxicos como o álcool – que convém eliminar. A água facilita a depuração do nosso organismo. Beba pelo menos oito copos por dia, mas é recomendável que não seja durante as refeições.

2. Tratamento Físico

a. Um programa regular de exercício físico facilitará a desintoxicação, tonificará o organismo e fortalecerá a vontade. As caminhadas e os passeios pela montanha, o contacto com a natureza, têm efeitos adicionais positivos porque proporcionam um bom relaxamento e ar mais puro e abundante. Obrigue-se a dar, pelo menos, um bom passeio cada dia.

b. O oxigénio vitaliza as células e purifica o sangue, o qual favorece o bom funcionamento do organismo. Faça respirações profundas todas as manhãs. E adopte uma postura direita enquanto está sentado para permitir que os pulmões funcionem correctamente.

c. O descanso é tão essencial para o corpo como o alimento, o exercício e o ar. O maior prejuízo do álcool recai sobre o sistema nervoso central. O descanso inclui respeitar à volta de oito horas de sono e ter momentos para relaxar durante o dia, dedicados a um passatempo, à leitura, à conversa.

d. Pratique técnicas de hidroterapia. Ir a um ginásio e ter assistência profissional seria o ideal. Mas há coisas simples que todos podemos fazer em nossa casa. Faça exercício físico até suar. Depois tome um duche ou um banho bem quente. Seguidamente, com uma simples toalhita ou um pano áspero humedecido em água fria, faça fricções. Ao princípio, apenas nos braços; posteriormente, faça também no peito durante uns dias; e sucessivamente, no ventre, nas pernas, nos pés, até completar o corpo todo, excepto na cabeça. Todo ele em um ou dois minutos, evitando constipar-se. Depois seque-se, agasalhe-se bem ou deite-se na cama num quarto quente, para manter o calor. Esta técnica ajuda a eliminar toxinas e é um bom tranquilizador.

e. Massagem. Um bom massagista pode aliviar as tensões musculares e do stress produzido pelo processo curativo.

f. Técnicas de relaxamento. A tensão nervosa em que vive um alcoólico, acaba por lhe produzir contracções musculares involuntárias e finalmente irritabilidade. Com uma música suave, num ambiente tranquilo e cómodo, deite-se de barriga para cima e relaxe os músculos. No princípio e no fim faça uma inspiração lenta, profunda e suave.

2. Tratamento Psicológico

Segundo o seu estado, é possível que necessite do apoio de um psicólogo ou psiquiatra. É complexo enfrentar as suas próprias contradições. O bem que quer fazer, não o faz; e o mal que não quer fazer, faz. Não gosta de si mesmo e deseja fugir do seu eu.

A força de vontade desempenha um papel fundamental. No artigo da psicóloga Magdalena Portero (ver página 39), encontrará ajuda profissional a este respeito. Alexander DeJong, ex-alcoólico e autor do livro “Ajuda e esperança para o alcoólico”, disse: “Entre os melhores conselhos que recebi quando estava em tratamento, encontram–se as palavras que todo o alcoólico em recuperação deve aprender a praticar: “Calma, muita calma. Não me devo apressar”. Mantenha uma disposição mental positiva perante algo que vai demorar. Gostaria de o ver resolvido já. A guerra será longa, mas você conta com uma vantagem: a vitória será certa, sempre que não perca de vista o objectivo. Cada dia que passe sem beber estará a reforçar o hábito da abstinência. O tempo joga a seu favor.

Aceite-se a si mesmo. Pode e deve aprender a viver com os seus sentimentos; com os bons e os maus. Talvez tenha sido por fugir deles que se apegou à bebida. Fuga vã! Agora já o sabe. De vez em quando felicite-se por ter superado um momento difícil. Diga a si mesmo: “Estou orgulhoso de ti”, ou frases parecidas. Inclusivamente, pequenas recompensas de algo de que goste, podem ajudá–lo a reforçar a sua força de vontade para seguir em frente. Quando sentir ansiedade, recorde as técnicas de relaxamento; respire fundo, suave e lentamente, e relaxe os músculos.

2. Tratamento Vital

Comunicar com um amigo e contar-lhe sinceramente os nossos problemas, ajuda-nos a reconhecê-los e a enfrentá-los. Se tem uma pessoa amiga que seja capaz de o compreender sem o repelir, sem criticar, mas amando-o e aceitando-o tal como é, deve ir ter com essa pessoa. Se todos lhe falharam, se se encontra abatido e sem soluções na sua vida, também tem esperança para os seus problemas. Em qualquer dos casos convidamo-lo a recorrer a quem, talvez sem que você o saiba, é o seu melhor amigo: Jesus Cristo. Ele não falhará. Em certa ocasião disse aos seus amigos: “Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.” E noutro momento afirmou: “Quem vier a mim jamais o lançarei fora”. Consta-nos que era sincero e que é de confiança. Esta é uma boa terapia: Fale com Jesus Cristo; ele compreendê-lo-á e está disposto a dar-lhe o poder e a força para vencer.

Há organizações implantadas em todo o mundo, com grande experiência e demonstrada eficácia no tratamento dos problemas do alcoolismo, que poderão ajudá-lo em caso de necessidade. Damos aqui os endereços das sedes, em Lisboa, que lhe fornecerão os contactos mais próximos do seu domicílio.

Alcoólicos Anónimos Bairro da Horta Nova, Lt. R4 Loja A 1600 Lisboa Telef. 21 716 29 69

Associação Internacional de Temperança Telef. 21 351 09 22 – Graça Esteves Programa durante o mês de Novembro Porto – (5-9) – Plano de 5 Dias para Deixar de Fumar Porto – (7-19) – Curso de Nutrição Oliveira do Douro – (19-23) – Plano de 5 Dias para Deixar de Fumar Chaves – (26-30) – Plano de 5 Dias para Deixar de Fumar

Sociedade Anti-Alcoólica Portuguesa Rua Febo Moniz, 13 – 1º 1150 Lisboa Telef.: 21 357 14 83 Fax 21 315 23 13

você pode gostar também Mais do autor

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies Mais informação

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies

Close