Infertilidade Masculina, saiba tudo sobre este problema

O que é a infertilidade masculina, o que a causa e qual o tratamento.

Infertilidade Masculina, saiba tudo sobre este problema
Avaliar

Tal como muitas mulheres, também há muitos homens que têm o desejo de constituir família e ter filhos, contudo por vezes torna-se um pouco complicado devido a infertilidade masculina que cada vez é mais frequente. Ao contrário do que se pensava até há pouco tempo atrás, quando um casal não consegue ter filhos a “culpa” não se deve apenas à mulher, muitas das vezes a razão pela qual não se consegue gerar um filho num casal é causada pelo homem.

Apesar de serem muitos os casos de infertilidade masculina nos dias que correm, já se consegue através de tratamentos, uns mais intensos que outros, contornar esse problema na vida de um casal. A medicina já está bastante avançada para que seja quase sempre possível um casal ter filhos ou pelo menos, não existirem problemas associados à infertilidade que possam prejudicar o homem.

infertilidade masculina

O que é a infertilidade masculina?

Tal como a infertilidade feminina, um homem é considerado infértil após um período de 12 meses com relações sexuais desprotegidas, ou seja, sem contracetivos, não conseguindo que a parceira tenha engravidado. É necessário ter em atenção, que após estes doze meses sem conseguir engravidar, necessitam de ir a um médico para que possam fazer testes, tentando concluir qual dos dois parceiros é infértil.

Após estes exames para que se consiga saber qual dos parceiros é infértil, serão necessários fazer outros exames para que descubra a causa da infertilidade.

Quais as causas da infertilidade masculina?

As causas de infertilidade masculinas podem ter as mais variadas origens, sendo que o ambiente em que o homem está inserido também poderá ser uma das causas da infertilidade, pois esta nem sempre está associada a problemas de saúde, mas sim à poluição e stress que a pessoa vive.

As principais causas de infertilidade masculina são: a produção inadequada de esperma, a obesidade, os problemas de ejaculação, as alergias a espermatozoides, as obstruções, o tabagismo e o uso de drogas e medicamentos. Iremos de seguida explicar estas causas.

Produção inadequada de esperma

Um homem, por norma, ejacula cerca de 20 milhões de espermatozoides por mililitro de esperma, em que metade, ou seja, 10 milhões são móveis conseguindo chegar as trompas de Falópio em direção ao ovócito para que o fecunde. É de lembrar que nem todos os homens ejaculam os 20 milhões de espermatozoides, não sendo por isso considerados inférteis, desde que o número de espermatozoides móveis, sejam uma grande quantidade e consigam fecundar o ovócito da mulher. Esta é a primeira causa que os médicos analisam pois é a mais frequente e é facilmente influenciada por outras doenças ou alterações hormonais.

Obesidade

A obesidade ou a extrema magreza são um dos fatores mais populares na infertilidade masculina. A obesidade provoca uma diminuição acentuada no número de espermatozoides produzidos, sendo que ao diminuir o número de espermatozoides a probabilidade de conseguir engravidar a parceira irá baixar.

Problemas de ejaculação

A ejaculação é muito importante numa relação sexual, pois sem ela a mulher não vai conseguir engravidar certamente. Muitos homens sofrem com problemas de ejaculação, este variam desde a ejaculação retrógrada até à ausência total de ejaculação. A ejaculação retrógrada acontece quando o esperma, ao contrário do esperado, que seria ser lançado para fora, volta para a região da bexiga.

Por norma, os problemas de ejaculação são causados por outros problemas, tais como diabetes, traumas na medula ou problemas psicológicos, entre outros problemas. É de salientar que nem todas as pessoas que têm estas doenças são afetadas pelos problemas de ejaculação, contudo recomenda-se que sejam seguidas por um médico a fim de evitar serem atingidos.

Alergia a espermatozoides

Em cerca de 3% dos casos de infertilidade masculina a causa é a alergia a espermatozoides, isto é, em alguns casos o próprio corpo acaba por criar anticorpos contra os espermatozoides, o que vai originar que os anticorpos matem os espermatozoides antes destes saírem do corpo.

Os anticorpos são criados pois o corpo acaba por criar uma alergia aos próprios espermatozoides, pensando que estes são algo de mal para o organismo. O organismo elimina os espermatozoides com a criação de anticorpos.

Obstruções

Alguns dos homens que não conseguem engravidar a sua parceira devem ser acompanhados por um médico e uma pequena parcela da infertilidade masculina é o facto de alguns desses homens sofrerem de obstrução no ducto ejaculatório. Por consequência os espermatozoides não conseguem passar e assim alcançar o sémen e de seguida o ovócito. Para este tipo de causa a única solução é a cirurgia para desimpedir a passagem dos espermatozoides.

Tabagismo

Nos dias que correm 35% dos homens com idade de reproduzirem fumam, o que irá originar uma baixa produção de sémen. O tabagismo não afeta os espermatozoides diretamente, afeta sim o sémen, diminuindo a sua produção, por consequência este não conseguirá ter a mesma concentração de liquido e de espermatozoides, portanto será mais difícil os espermatozoides fecundarem o ovócito.

Uso de drogas e medicamentos

O uso de drogas e medicamentos irá afetar diretamente os gâmetas, fazendo com que estes não sejam capazes de produzir espermatozoides com elevada capacidade de fecundação. Os gâmetas poderão produzir boas quantidades de espermatozoides, contudo se estes não tiverem uma boa capacidade de fecundação não serão conseguirão alcançar o ovócito.

Tratamento para a infertilidade masculina:

Nos dias que correm e com a medicina cada vez mais avançada é relativamente fácil de tratar as doenças que podem causar a infertilidade masculina, por isso não desespere por não conseguir engravidar a sua parceira porque terá certamente uma solução.

Por norma os tratamentos são à base de medicação, contudo quando não se consegue resolver com os medicamentos, existe sempre a possibilidade de ser sujeito a uma cirurgia para que se consiga assim resolver o seu problema. Em alguns casos mais complicados os médicos optam pela inseminação artificial, sendo que aproveitam espermatozoides do homem para inseminar na mulher.

Para um homem é sempre complicado não conseguir construir família, contudo não desista mal saiba que não o consegue fazer pois com o acompanhamento médico vai conseguir constituir família com a sua parceira.

você pode gostar também

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close