Natação: desporto completo para as crianças

Avaliar

A natação é uma atividade altamente recomendável em qualquer idade. Na infância, ensina as crianças a relacionar-se com um meio diferente, ajuda-as a conhecer os seus limites e capacidades e pode prevenir acidentes, além dos múltiplos benefícios que traz para a saúde dos mais pequenos.

Os nossos primeiros meses são vividos em ambiente aquático pelo que a criança deve manter, desde cedo, esta ligação. Esta permitirá desenvolver na criança uma maior e melhor aptidão na água, e nesta poder usufruir não só de competências lúdicas como também de um excelente exercício, o qual pode iniciar-se aos 4/6 meses de idade.

A meu ver, a natação reúne uma panóplia de vantagens físicas, sociais e cognitivas que se começam a sentir, desde cedo, no desenvolvimento da criança, despertando-lhe o interesse pelo exercício físico e inserindo-a num grupo social com características específicas. Sem dúvida que, cada vez mais, o sucesso profissional está associado ao desporto, pelo que quanto mais cedo as crianças aprenderem a gerir o seu tempo de estudo, lazer e desportivo, mais bem-sucedidas tendem a ser no futuro.

Mas antes de a criança gostar de nadar, ou querer nadar, parte dos pais apoiar e incentivar o gosto pelas atividades físicas, quer seja natação ou outro desporto que desperte algum interesse na criança. Antes de mais, há que respeitar os gostos e aptidões de cada um (e não incutir nos filhos os gostos dos próprios pais).

Faça com que as crianças ganhem, o mais cedo possível, o gosto pela água tanto em piscinas como na praia. Ajude  o seu filho a gostar de estar no meio aquático e faça-o sentir que está seguro. Muitas vezes, os pais, por pensarem ser mais seguro, fantasiam histórias de “monstros marinhos” que acompanhadas pela imaginação infantil acabam por constituir um entrave ao gosto e à prática de atividades relacionadas com a água.

Para evitar esse cenário considero primordial ensinar a criança a “comportar-se” em espaços com piscina e na praia, ao invés de proibir ou mesmo vedar o acesso à piscina ou à praia, como por vezes assistimos, uma vez que essas proibições podem estimular a curiosidade por parte dos mais pequeninos. Existem inúmeras listas de regras de como se devem tornar os espaços seguros mas são poucas as que ensinam as crianças a saber estar seguras.

Defendo claramente que a regra essencial seja a segurança – independentemente da vontade de ver as crianças felizes dentro de água – ou seja, o fundamental é termos a certeza que o campo de segurança é máximo no que respeita ao estar perto de piscinas ou praias. E neste campo, as boias e braçadeiras são uma excelente ajuda, sobretudo porque obrigam à propulsão dos membros inferiores para o deslocamento, característica que facilita a aprendizagem e liberta as mãos para a criança brincar.

Perante a escolha entre as braçadeiras e as boias devemos dar preferência às primeiras, na medida em que a criança não corre o risco de as largar com a mesma facilidade com que poderá fazer em relação à boia. No entanto, é importante explicar às crianças a diferença de quando estão seguras com o uso das braçadeiras e com as boias, e quando não o estão, porque na maioria das vezes, é comum a simples colocação das mesmas sem que as crianças tenham a capacidade de perceber a diferença entre ter ou não ter estes acessórios de segurança, o que as leva a atuar da mesma forma em situações opostas de segurança.

Se descobriu no seu filho o gosto pela natação. então está na hora de juntos escolherem uma escola de natação. Esta deve reunir as condições para dar seguimento a uma aprendizagem que despertará novas competências técnicas, ligadas ao exercício, assim como o gosto pela água e pela natação.

você pode gostar também

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close