Edema pulmonar, quais as causas?

Edema pulmonar, quais as causas?
4.8 (96.84%) 19 votos

Um edema pulmonar é a acumulação invulgar de líquido nos pulmões, tendo como sintoma mais comum a falta de ar.

Um quadro de edema agudo pulmonar geralmente é consequência de um extravasamento de líquido para os alvéolos dos pulmões ( que são pequenos bolsa onde o organismo faz as trocas gasosas) ou para o interior dos pulmões.

O edema pulmonar em muitos casos impede o processo de oxigenação do sangue, provocando sérios problemas ao organismo, podendo até levar à morte. Os edemas pulmonares podem ser agudos ou crónicos, podendo ser também vulgarmente designados como “liquido no pulmão“. As causas de edema pulmonar podem ou não estar relacionadas a problemas cardíacos.

Para entender a formação do edema pulmonar, os seus sintomas e consequências, basta lembrar que muito próximo dos alvéolos pulmonares, que são saquinhos minúsculos onde ocorrem as trocas gasosas, estão vasos sanguíneos muito finos, chamados capilares, que levam e trazem os gases provenientes da respiração.

Quando há um extravasamento de líquido dos capilares para o alvéolo pulmonar ou mesmo para dentro dos tecidos do pulmão, as trocas gasosas ficam prejudicadas, já que o líquido impede a saída do gás carbónico e a entrada de oxigénio nos pulmões.

Um edema pulmonar acontece quando algum fenómeno anormal atrapalha o fluxo de sangue nos vasos capilares, fazendo com que esses vasos, por sua vez, extravasem água para a região dos pulmões, causando um inchaço com água em seu interior.

edema pulmonar

Sintomas de edema pulmonar:

Os sintomas de edema pulmonar são diferentes consoante o tipo da doença, dividimos em 3 tipos e apresentamos os sintomas:

Sintomas de edema pulmonar agudo:

  • Sensação de afogamento;
  • Respiração curta;
  • Tosse, que pode ou não ser acompanhada de sangue;
  • Falta de ar;
  • Necessidade de puxar o ar, tentando respirar fundo;
  • Ansiedade;
  • Alteração nos batimentos cardíacos, que, em geral, ficam mais rápidos que o normal;
  • Dor no peito.

Sintomas de edema pulmonar crónico:

  • Falta de ar ao fazer esforço físico;
  • Dificuldade em respirar quando se deita;
  • Uma espécie de chiado no peito;
  • Acordar no meio da noite com sensação de afogamento e/ou falta de ar;
  • Inchaço nas pernas, pés e mãos;
  • Fadiga;
  • Ganho de peso sem justificativa.

Sintomas de Edema Pulmonar de Grande Altitude:

  • Dor de cabeça repentina, cuja intensidade escala rapidamente;
  • Dificuldade para respirar;
  • Tosse;
  • Batimentos cardíacos irregulares e mais rápidos que o normal;
  • Incômodo ou desconforto no meio do peito;
  • Dificuldade para se equilibrar e andar;
  • Febre repentina.

Causas de Edema Pulmonar!

As causas de edema pulmonar mais comuns são mesmo as doenças cardiovasculares, como é o caso da hipertensão arterial, enfarte, doenças coronárias ou valvulares e insuficiência cardíaca congestiva. Qualquer uma destas doenças podem induzir a saída de líquido dos capilares que resulta no edema pulmonar.

Para além das doenças cardíacas, outros problemas podem causar um edema pulmonar, como problemas nos rins, infecções, traumas, ingestão de alguns medicamentos, overdose de drogas, tabagismo, acidentes e mudanças bruscas de altitude entre outros.

Há várias doenças e condições que podem ser fatores de risco para o edema pulmonar agudo. Tais como a asma grave e aguda, diabetes, obesidade, praticar atividade física em altitudes elevadas (acima dos 2.500 metros), pneumonia, inalação de produtos tóxicos, traumas no tórax, doenças que conseguem afetar o músculo do coração (miocardite, hipertrofia do miocárdio…), alcoolismo, infecções causadas por vírus, efeito secundário a medicamentos, arritmias, aumento súbito do volume sanguíneo, entre outras.

O edema pulmonar pode ocorrer em qualquer idade e género, contudo é uma doença que tende a afetar principalmente pessoas idosas, sendo nessa faixa etária a grande maioria dos casos.

edemas pulmonares

 

Em suma as causas mais comuns de Edema pulmonar são:

– Infarto do miocárdio;
– Problemas nas válvulas cardíacas;
– Insuficiência cardíaca;
– Cardiomiopatia;
– Doença arterial coronariana;
– Hipertensão;
– Lesões pulmonares causadas por infecções;
– Insuficiência renal;
– Lesões e doenças que afetem o sistema nervoso central;
– Lesão na medula espinal;
– Traumatismo cranioencefálico (TCE);
– Malformações de artérias cerebrais;
– Esclerose múltipla;
– Aneurismas;
– Uso de drogas;
– Alterações de altitude;
– Inalação de monóxido de carbono.

Agora já conhece as principais causas de edema pulmonar!

você pode gostar também

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close