Precisamos de educação sobre as redes sociais nas escolas? –

Precisamos de educação sobre as redes sociais nas escolas? –
5 (100%) 3 votos

Será que a situação atual exige educação sobre as redes sociais nas escolas?

Muitas vezes, os alunos são utilizadores mais avançados nas tecnologias do que os próprios professores. Por isso, além de cursos de formação para a utilização da técnica, os professores devem ter também noções básicas de segurança, que possam ensinar aos seus alunos de forma simples e eficaz.

Porque, no geral, sabemos como utilizar as redes sociais, mas não entendemos o seu poder. Assim, resumimos um artigo do site Social Media Today com algumas dicas de educação para o uso das redes sociais.

  1. Filtros e privacidade: as redes sociais não têm filtros por defeito. Em vez de bloquear o acesso às plataformas sociais ou castigar o mau comportamento, pode ser mais conveniente ensinar os estudantes a implementar filtros nos seus canais sociais. Estes filtros podem ser ferramentas ou guias, mas sobretudo listas de comportamentos que podem ajudar os estudantes a proteger a sua reputação.

 

  1. Assegure-se que os estudantes estão informados sobre as últimas alterações sobre a privacidade nas plataformas que usam. Ou seja, embora num primeiro momento configurem de forma adequada os filtros de privacidade, é uma boa prática seguir as possíveis atualizações, já que há alterações frequentes, e muitas vezes os utilizadores não são avisados. Deste modo, a configuração inicial pode ser afetada sem que o utilizador o saiba.

 

  1. Alertar os estudantes, pais e educadores acerca de novas aplicações que possam ser perigosas. Todos os dias surgem novas redes sociais, muitas vezes tão acessíveis como através de uma simples aplicação no telemóvel. Podem parecer seguras e atrativas à primeira vista para um menos, mas é conveniente consultar e confirmar todas as normas de uso antes de começar a utilizá-las, sobretudo as referentes à privacidade.

 

  1. Assegure-se que mostra o bom, o mau e o pior. Como em quase tudo, as vantagens das redes sociais dependem do uso que lhes é dado. Por isso é bom mostrar histórias de êxito com o uso das redes sociais na sala de aula, como casos em que o uso não foi adequado, para que os próprios alunos possam observar as consequências.

 

  1. Encontre uma pessoa que seja especialista em educação para transmitir estas ideias. Se na posição em que se encontra não se considera em condições de explicar estes objetivos aos alunos, não procure um especialista em tecnologias. É melhor alguém que saiba manejá-las, mas que possua uma imprescindível visão educativa.

As redes sociais, assim como a internet em geral, está acessível a qualquer pessoa que possua um dispositivo electrónico que permita conectar-se com a rede mundial, mas a realidade é que muitas pessoas não estão preparadas para os perigos que se escondem nas redes sociais e na internet em geral.

você pode gostar também

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close