Sangramento bucal, o que fazer quando ocorre!

Sangramento bucal, o que fazer quando ocorre!
Avaliar

Os sangramentos bucais, (sangue na boca) podem surgir por diversos motivos e é importante saber como atuar quando ocorre uma situação imprevista.

Pancadas ou golpes na boca muitas vezes causam pequenas feridas na língua (automordidas), cortes nos lábios ou nas mucosas, ou queda de dentes, como conseqüência de traumatismo facial. O sangramento pode ser importante em razão da grande vasculariza-ção da mucosa bucal.

Atitudes a tomar quando ocorre sangramento bucal, sangue nos dentes, sangue na língua, sangue nas gengivas ou sangue na boca em geral:

sangramento na boca

• Em todos os casos de sangue na boca em geral.

1 Evitar que o paciente inale o sangue, pedindo-lhe que escarre o fluxo.
2 Assentar o paciente com a cabeça ligeiramente inclinada para a frente ou do lado da pancada.

• Em caso de ferimento labial.

1 Cobrir a ferida com uma mecha de gaze ou tecido próprio e pressioná-la tentando unir seus lados.
2 Se o sangramento persistir durante 15 minutos, conduzir o paciente a um pronto-socorro ou serviço médico de urgência. Evite que ele lave a boca para não provocar novos sangramentos.

• Em caso de ferimentos na língua ou no palato (céu da boca).

1 Cobrir a ferida com uma com pressa de gaze ou tecido próprio, pedindo ao paciente que a comprima com dois dedos para a língua, e com o dedo polegar para o pálato.
2 Caso não se consiga estancar o sangramento em 15 minutos, levar o paciente a um serviço médico de emergência.

• Em caso de feridas gengivais ou perda dentária.

1 Aplicar compressa com gaze ou tecido próprio, diretamente sobre o alvéolo dentário atingido. O tampão deve ser suficientemente espesso para que os dois maxilares não se toquem.
2 Instruir o paciente para que com prima o local, mordendo o tampão durante mais ou menos 15 minutos.
3 Persistindo o sangramento, repetir o processo. Se não solucionar o problema, levar o paciente a um serviço médico de urgência.
4 Se o paciente teve perda dentária, apanhar o dente extraído e conservá-lo em soro fisiológico (ou água levemente salgada). Conduzilo a um dentista imediatamente, para tentar reimplantar o dente.

você pode gostar também

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close